Futsal de Primeira

BR: CBF dá grande passo para assumir futsal

09 de novembro de 2020 às 17:22:03


Encontro realizado na última sexta na sede da entidade, no Rio, pôs em debate a realidade da modalidade no país. Confederação pretende gerir seleções e LNF; CBFS ficaria com o restante

Uma reunião ocorrida na última sexta pode ter selado de vez a entrada da CBF no futsal. Em encontro realizado na sede da entidade no Rio, a seis vezes melhor do mundo, Amandinha, foi recebida pelo presidente Rogério Caboclo para conversar sobre temas pertinentes à modalidade. Quem também participou do evento foi o fixo Rodrigo, capitão da seleção masculina, que entrou por videoconferência.

Também estiveram presentes Tatiana Weysfield, supervisora da seleção feminina de futsal, e Fellipe Drommond, presidente do Sorocaba. A intenção da CBF é gerir, a partir de 2021, as seleções masculina e feminina, além da Liga Nacional de Futsal (LNF), que tornou-se independente em 2014.

- Agradeço demais essa representatividade que consegui através de títulos e do que conquistei na modalidade. É um orgulho imenso poder representar minhas companheiras e ter o espaço feminino. Fico muito feliz pela oportunidade e pelas mulheres poderem ter seu espaço - disse Amandinha.

Além de Caboclo, a CBF foi representada no encontro pelo seu vice-presidente, Fernando Sarney. Presidente da Federação Cearense de Futebol, Mauro Carmélio foi designado um dos representantes para fazer interlocução entre a CBF e a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS).

- Foi de muita importância para a CBF. Havia a necessidade de ouvir a principal força que são as atletas e os atletas. O presidente ouviu atentamente e com muita sensibilidade com toda sua equipe - explicou Mauro Carmélio.

Responsável por gerir o futsal no Brasil desde 1979, a CBFS encontra-se em grave dificuldade financeira, o que gerou um movimento de transição da modalidade para a CBF. O Brasil é o único país filiado à Fifa com uma confederação exclusiva de futsal. Nas demais nações, quem gere a modalidade são as respectivas confederações nacionais de futebol, uma vez que o esporte é chancelado pela Fifa.

Desde 1979, a CBF e a CBFS possuem um acordo de cavalheiros - feito pelos seus antigos presidentes João Havelange e Aécio de Borba Vasconcelos - , que permite à entidade máxima do futebol brasileiro assumir a gestão do futsal quando bem entender.

Em 2017, a CBF chegou a intervir na modalidade ao indicar uma empresa para gerir a seleção de futsal junto à CBFS. A parceria, no entanto, durou menos de seis meses, e a CBFS voltou a ter controle total do futsal naquele mesmo ano.

Com uma dívida milionária - em 2015, o valor girava em torno de R$ 6 milhões -, a CBFS vem encontrando muitas dificuldades para gerir o futsal brasileiro desde então. Caso a CBF confirme a gestão das seleções masculina e feminina, a CBFS passará a cuidar apenas das competições nacionais e regionais, divisões de base e registros de clubes e atletas.

Fonte: Flávio Dilascio e Marcelo Rodrigues — Rio de Janeiro – Redação ge / Foto: Lucas Figueiredo - CBF

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: . . . . . FUTSAL NA TV . . . LIGA FUTSAL . . . TERÇA-FEIRA (24) . . . 17h30 . . . JOINVILLE x PATO [SPORTV] . . . . .