Futsal de Primeira

Futsal BR: Rumo ao hepta! Carlos Barbosa está na final da Copa Libertadores de Futsal

21 de julho de 2019 às 10:47:14


Equipe gaúcha, hexacampeã da competição, derrotou o peruano Panta Walon na semifinal e pega o Cerro Porteño na decisão

O hepta está muito próximo. Seis vezes campeã da Copa Libertadores de Futsal em 2002, 2003, 2010, 2011, 2017 e 2018, a equipe de Carlos Barbosa derrotou o peruano Panta Walon por 1 a 0, gol de Júlio Zanotto, na tarde deste sábado (20/07), em Buenos Aires. Com o resultado, o time gaúcho está classificado para a final da competição neste domingo, 21 de julho, às 16h (horário de Brasília), contra o Cerro Porteño, do Paraguai, com transmissão pela SporTV.

Mas a conquista do hepta não será nada fácil. Carlos Barbosa e Cerro Porteño já se enfrentaram nessa Libertadores, na primeira rodada, com vitória da equipe paraguaia por 4 a 2, gols de Villalba (2) e Sallas (2), com Mithyuê e Selbach descontando para os brasileiros. Desde então o time gaúcho cresceu na competição. Na última quinta-feira, inclusive, eliminou o Corinthians, líder da Liga Nacional de Futsal, por 2 a 1, nas quartas de final .

O jogo

Na semifinal contra o Panta Walon, o time gaúcho novamente teve bastante trabalho. O primeiro tempo terminou num empate sem gols, com o Carlos Barbosa tendo dificuldade para furar a defesa da equipe peruana. Uma bola da trave chutada por Darlan aos 10 minutos de jogo foi a chance mais clara de gol. Alguns outros bons chutes pararam nas defesas seguras do goleiro peruano Lara.

O segundo tempo foi ainda mais duro. Dessa vez, Wolverine também teve que fazer algumas grandes defesas para impedir que o Panta Walon abrisse o placar. Nos quatro minutos finais, o Carlos Barbosa intensificou suas investidas ao ataque. Até que finalmente, faltando apenas três minutos e meio para o fim da partida, Zanotto avançou pela direita, cortou para dentro e soltou uma bomba de canhota. Lara ainda tocou nela, mas a força da bola foi grande demais. Gol do Carlos Barbosa, que a partir daí se concentrou na defesa até o fim do jogo, que foi dramático: faltando 50 segundos, Selbach foi expulso e a equipe ficou com apenas três jogadores na linha, o que exigiu mais algumas defesas espetaculares de Wolverine no finzinho da partida.

Carlos Barbosa: Gian Wolverine, Lé, Bruno Souza, Douglinhas e Pesk. Entraram: Fernando, Selbach, João Salla, Gabriel, Júlio Zanotto, Valdin, Mithyuê e Darlan. Técnico: Marquinhos Xavier.

Cerro vira e vence na prorrogação

A outra semifinal foi marcada por uma virada sensacional do paraguaio Cerro Porteño sobre o Alianza Platanera, da Colômbia, num jogo que foi para a prorrogação, mas acabou com uma goleada por 5 a 2. O time colombiano vencia por 2 a 0, gols de Ojeda e Fonnegra, até meados do segundo tempo, quando o Cerro marcou um gol com Salinas, que recebeu um passe excelente do goleiro Ortiz, matou no peito e chutou para o fundo das redes. O jogo seguiu 2 a 1 até faltarem apenas 11 segundos para o seu final. Foi quando o Cerro foi premiado por não deixar de atacar e tentar o empate por nem um momento: com um gol de Arnaldo Baez, a equipe paraguaia levou a semifinal para a prorrogação.

Na prorrogação, brilhou a estrela do número 5 do Cerro, Galeano, que marcou um gol em cada tempo. No fim, Villalba ainda fez o quinto. Os dois últimos gols, por sinal, foram em circustâncias semelhantes: perdendo por 3 a 2, o Alianza Platanera partiu todo para o ataque, com Areiza como goleiro linha. O Cerro roubou a bola e Galeano e Villalba chutaram de longe para o gol. A final contra o Carlos Barbosa promete ainda mais emoção.

Fonte: globoesporte.com / Foto: Yuri Gomes

 

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: .