Futsal de Primeira

Futsal PR: Marreco abre mão de jogos da primeira fase para pensar no mata-mata

04 de setembro de 2019 às 20:26:33


A equipe beltronense deve jogar com o time completo apenas contra o Dois Vizinhos, pelo estadual, na última partida antes das quartas de final.

No último sábado, antes do jogo entre Marreco e Palmas, pelo Campeonato Paranaense, o supervisor da equipe beltronense, Mauro Córdova, convocou uma entrevista coletiva para falar sobre a situação dos atletas dentro e fora das quadras. Ele confirmou que os jogadores estão com os salários atrasados, mas que isso não compromete o resultado do Marreco nas três competições que disputa: Liga Nacional, Copa do Brasil e Série Ouro.

“O clube está com dificuldades financeiras, está atrasando salários dos atletas, mas nunca deixou ficar dois meses de atraso. Mas fizemos questão de vir a público explicar a todos para que não fique pendência e que não venham dizer que os atletas estão tirando o pé ou algo assim por conta disso, o que não é verdade”, disse o supervisor. Segundo ele, essa situação de atrasar alguns dias o pagamento já vem desde o início do ano. “Como a arrecadação não é regular, o pagamento não está saindo no dia, vem sempre com alguns dias de atraso. Mas estamos sendo muito claros com os atletas, que estão muito unidos em relação à situação, pois sabem o retorno financeiro que os resultados em quadra podem trazer”, complementou.

Mauro Córdova disse também que o Marreco praticamente abriu mão desses dois jogos da semana fora de casa (contra o Foz pelo Paranaense e contra o Campo Mourão pela Liga Nacional). Mas o objetivo é chegar ao mata-mata com o time completo e assim aumentar as chances de classificação. “Vamos poupar alguns atletas e fazer um novo condicionamento, com fortalecimento muscular, pensando em prevenir lesões e estar com mais chances na reta final da competição.

Os play-offs começam no fim de setembro. Os atletas nem gostam de falar dos salários atrasados, mas estão todos de parabéns pela forma com que estão se empenhando com a camisa do clube”, elogiou.
A estratégia da comissão técnica é dar oportunidade a quem estava jogando pouco e, ao mesmo tempo, utilizar os principais jogadores somente na reta final da competição, pois, na opinião do supervisor, não há muitas vantagens de se classificar no topo da tabela na primeira fase, tanto na Liga como no Paranaense. “Dentro do nosso planejamento, vamos abrir mão desses dois jogos. Fazer um trabalho separado com os principais atletas. Quem for, tem que dar conta do recado. A gente vai ficar sempre jogando remendado e não é isso que precisamos. Nossa equipe completa tem condições de brigar com qualquer adversário, dentro e fora de casa”, afirmou.

Fonte: Adolfo Pegoraro – Jornal de Beltrão

 

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: .