Futsal de Primeira

Futsal PR: São Lucas treina em ritmo acelerado para a estreia no Estadual de Futsal

07 de março de 2019 às 11:04:45


No dia 23 tem a largada do Campeonato Paranaense de Futsal da Chave Ouro, e o São Lucas, de Paranavaí, já encara logo na primeira rodada o vice-campeão de 2018, o Marreco, em Francisco Beltrão.

No elenco estão alguns atletas da temporada passada e outros novatos e o técnico Carlos Giuliano afirma que os treinos estão em ritmo acelerado. 

“Estamos acelerando na parte tática, a juventude facilita o trabalho. Quando disputamos a Taça Brasil Sub-20, observamos atletas e conseguimos trazer alguns. São atletas de grande valor e que irão somar. Aposto na juventude, esse ano o time será um pouco mais forte”, disse o treinador.

Giuliano participou do arbitral no dia 23, em Foz do Iguaçu, e disse que não houve alteração na forma de disputa. Apenas uma novidade a ser destacada: o cartão amarelo acumulado agora não causa suspensão ao atleta. 

Giuliano cita a volta de Jean (estava no Cazaquistão) e de Marcelo. “Teoricamente teremos uma equipe mais forte, mas futsal se decide dentro da quadra”, frisou.

NIVALDO MAZZIN - O diretor Nivaldo Mazzin diz que o São Lucas vai apostar na juventude. “Sabemos das dificuldades que teremos. Vamos investir nesse time para a gente permanecer na Chave Ouro”.

Nivaldo prevê uma competição difícil neste ano - são 14 times e os 8 melhores avançam para a segunda fase. Diz que desses 14, seis times disputam a Liga Nacional e para ele esses seis têm presença quase certa na segunda fase, então o São Lucas estará brigando pelas outras duas vagas.

INGRESSOS - Já está definido o valor dos ingressos para os jogos em Paranavaí - R$ 15,00. “Temos bastantes empresas nos ajudando com alimentação e viagens, mas temos salários e outras despesas, isso vai gerar um custo mensal de R$ 38 mil a R$ 40 mil”, enfatizou Mazzin.

Nessa projeção, o gasto chegará a R$ 400 mil ao final da temporada. “Comparando com outras equipes da Chave Ouro, estamos entre as três que menos gasta” disse Nivaldo Mazzin.

“As pessoas falam: o Nivaldo sempre tocou o futsal na cidade e vai continuar, mas vai chegar o momento que irei parar, então temos que ter envolvimento maior dos amantes da bola pesada”, disse o dirigente ao lembrar que terá ajuda do grupo que esteve à frente do clube em 2018. A Prefeitura e a Secretaria de Esporte e Lazer de Paranavaí estão ajudando o time, disse Mazzim.

Fonte: Diário do Noroeste

 

 

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: .