Futsal de Primeira

Futsal SC: DNA para o futsal: irmãos de Massaranduba buscam sucesso nas quadras

08 de junho de 2020 às 17:33:06


Fonte: Lucas Pavin - Avante! Esportes

Exemplos de irmãos que conseguiram ter sucesso no esporte não faltam e um sobrenome vindo de Massaranduba começa a merecer destaque, pois carrega o DNA de uma família que respira futsal: Sasse.

Após darem os primeiros passos em escolinhas da cidade natal, André Luis e Alan Felipe hoje trilham caminhos distintos na modalidade, mas carregam o mesmo objetivo em alcançar o sucesso nas quadras.

Irmão mais velho, André, de 22 anos, foi o primeiro a atingir o nível estadual ao jogar por Luís Alves e Blumenau.

As boas apresentações durante cinco temporadas na base lhe renderam o primeiro contrato profissional. Mas não em Santa Catarina e muito menos no Brasil.

André foi para Romênia em 2018 | Foto: Divulgação

Em fevereiro de 2018, o ala foi contratado pelo Autobergamo, da Romênia, onde foi já foi artilheiro do campeonato nacional até despertar o interesse do Imperial Wet, um dos principais clubes do país na atualidade, o qual está defendendo desde o último mês de janeiro.

No novo clube, manteve a fase goleadora e foi peça fundamental para ajudar o time a chegar na final da liga romena, que ainda não tem data definida por conta da pandemia do novo coronavírus.

O talento ainda chamou a atenção do treinador da seleção da Romênia, que pediu ao massarandubense requisitar a dupla nacionalidade para defender o país europeu, o que pode acontecer em breve.

Alan está em Blumenau desde 2013 | Foto: Divulgação

Já Alan, de 20 anos, começou a disputar competições no Estado em 2013 por equipes de Blumenau.

Por lá, se firmou e permanece até hoje, migrando da base ao adulto e sendo considerado uma das grandes promessas do time que joga a Liga Nacional.

Apesar dos caminhos completamente diferentes, os irmãos Sasse já tiveram a oportunidade de jogarem juntos no Cruzeiro, maior campeão do Municipal de Massaranduba, onde, inclusive, já levantaram um troféu lado a lado.

Irmão durante a final do Municipal de Massaranduba de 2017 | Foto: Lucas Pavin/Arquivo Avante! Esportes

Se dividirão a quadra novamente, só o futuro dirá. Mas o contato diário, com a troca de informações e conselhos, segue o mesmo de outrora para que ambos continuem evoluindo no futsal.

“Ele é meu irmão mais novo, mas é uma inspiração para mim, porque é um cara muito esforçado e exemplo que me motiva sempre. Fico muito feliz e orgulhoso em ver que ele está conseguindo seguir carreira no futsal”, destacou André.

“Meu irmão é minha maior inspiração. Eu sempre segui os passos dele, que é um exemplo para mim. As atitudes dele sempre vão influenciar muito nas minhas e ele sabe disso. Vivemos toda infância juntos sonhando com isso e hoje dá para ver que deu certo”, declarou Alan.

Pés no chão para alcançar sonhos

É comum jovens jogadores declarar que sonham em jogar por grandes clubes do Brasil ou do mundo.

No entanto, os irmãos Sasse fogem desse estereótipo. Para eles, desempenhar o melhor papel no clube que defendem é o principal objetivo para depois projetarem novos objetivos.

André, por exemplo, só pensa em ganhar o Campeonato Romeno, o que classificaria o seu time para a cobiçada Liga dos Campeões da Europa.

“Busco um objetivo de cada vez. Saber que você tem a oportunidade de jogar a Champions já dá um brilho nos olhos e vou dar meu máximo para alcançar esse sonho”, afirmou.

Foto: Divulgação

Alan, por sua vez, quer se firmar na equipe titular do Blumenau, que ainda não entrou em quadra oficialmente na temporada por causa da paralisação.

“Pretendo atingir um nível de competitividade que me permita jogar partidas de alto nível e estar entre os melhores para só depois buscar coisas maiores”, disse.

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: .