Futsal de Primeira

Liga Futsal: Em jogo quente, Pato e Marreco empatam no Clássico das Penas

11 de maio de 2019 às 15:41:13


Em Pato Branco, clubes paranaenses travam jogo equilibrado. Confusão e expulsões também marcam duelo de rivalidade histórica

No Clássico das Penas, Pato e Marreco se enfrentaram na tarde deste sábado pela Liga Nacional de Futsal. No jogo realizado no Ginásio Municipal Dolivar Lavarda, em Pato Branco, tudo igual no marcador. Empate em 2 a 2, com gols de Juninho e Pequeno pelo Pato e Neguinho e Douglas pelo Marreco. Com isso, o Pato segue atrás do Marreco no número de vitórias no clássico. Em 21 confrontos (pelo Paranaense, amistoso, Liga Nacional e Supercopa), agora são oito empates, sete vitórias do Marreco e seis do Pato.

Kinzinho, goleiro do Marreco, foi o grande destaque do duelo. Ele fechou o gol e evitou que a equipe da casa saísse com a vitória.

- Estive abençoado, mas o resultado foi fruto de trabalho. Eu vinha de uma sequência de lesões, hoje foi o primeiro jogo que eu consegui jogar pela Liga. Não saímos com a vitória, mas um ponto aqui é sempre difícil. Nós temos que melhorar porque o Marreco tem que estar lá em cima (da tabela) - disse Kinzinho.

Com o resultado, o Pato tem agora sete pontos na classificação, enquanto o Marreco acumula cinco. Autor do segundo gol de empate do Pato, Neguinho também comentou o jogo.

- Tivemos muitas oportunidades hoje, mas pecamos na finalização. Também não podemos tirar o mérito do Kinzinho que fez um ótimo jogo. Clássico é sempre assim, definido no detalhe - contou.

O jogo

No primeiro tempo foi o Pato quem começou dominando as ações ofensivas. Após um recuo irregular, a equipe da casa cobrou um tiro livre indireto e poderia ter abrido o placar se a cobrança não tivesse ficado no peito do goleiro. Na sequência, no entanto, Kinzinho não impediu o gol do Pato. Di Maria chutou de bico e a bola bateu no travessão. No rebote, Pequeno fez 1 a 0.

O clima esquentou quando o banco do Pato se estranhou com Sales, do Marreco. No desejo de repor a bola rápido, ele acabou gerando a maior confusão. Resultado do empurra-empurra, Sales foi expulso. Ximba do Pato e Vilian do Marreco também levaram vermelho. Quando o jogo foi retomado, a pressão aumentou. E, com goleiro linha, o Marreco chegou ao empate. Gol de Juninho que, após troca de passes, se infiltrou na área e fez de chapa.

No segundo tempo, o Marreco construiu a virada. Numa bola disputada por Sinoê na entrada da área, a bola respingou para Douglas, que mandou de bico para o fundo da rede. Atrás do placar e jogando em casa, o Pato foi para cima. Depois de William perder um gol claro, Neguinho foi mais preciso no arremate. Ele puxou um contra ataque, percorreu toda a quadra e, com o pé direito, mandou entre as pernas de Kinzinho: 2 a 2.

Fonte: GloboEsporte.com — Pato Branco, Paraná / Foto: Mauricio Moreira

 

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: .. .