Futsal de Primeira

Liga Futsal: LNF completa 25 anos de história

16 de março de 2020 às 17:03:04


A temporada 2020 da maior competição de futsal do mundo chega com novidades e 21 equipes disputando o título

Organizada, com credibilidade, reconhecimento e considerada a maior competição de futsal do mundo. Com esses predicados, a Liga Nacional de Futsal atinge um quarto de século de vida solidificada, com muito a crescer e colocar a modalidade com ainda mais destaque no cenário do esporte.

A edição de 2020 inicia no final de março e vai até dezembro com a mesma fórmula de disputada da temporada passada. As 21 equipes irão disputar 20 jogos na primeira fase, todas realizando o mesmo número de partidas dentro e fora de seus domínios. A partir da fase classificatória, as 16 melhores equipes entram no mata-mata até o final da competição.

Em relação ao ano passado, serão três novidades. O Umuarama, do Paraná, vai participar com a vaga do franqueado São Paulo Futebol Clube. O Real Brasília, do Distrito Federal, e o Praia Clube, de Uberlândia, estarão presentes como convidados para esta edição. A Copagril pediu licença de uma temporada.

O ano de 2020 pode ser especial para uma equipe em particular. Atual bicampeão, o Pato poderá fazer história. Ninguém até hoje conseguiu vencer três vezes seguidas a competição, o que demonstra o equilíbrio entre os participantes.

“Claro que a gente almeja ganhar três títulos seguidos. Quem está nesse meio, quer sempre estar ganhando. A gente sabe como chegou até aqui e como conquistou os títulos (2018 e 2019). O desafio continua sendo se manter no topo. O Pato é uma equipe muito forte, consistente, que vem se profissionalizando ano a ano e conta com uma torcida apaixonada” destaca Sérgio Lacerda, técnico do Pato.

Para chegar ao título há um caminho longo a percorrer. Quem estiver em dezembro na disputa terá disputado ao todo 28 partidas. Por isso o desafio é aguentar o a carga de trabalho durante as semanas.

“A maior dificuldade é manter os jogadores concentrados para ter nível no treinamento durante a temporada para quando chegar na reta final estar em condições e inteiro para brigar pelos títulos.”

Uma das novidades da LNF2020 será a possibilidade do acompanhamento da transmissão de todos os jogos. Além da cobertura do SporTV, a LNFTV fará a transmissão das demais partidas. Ricardinho, técnico do Magnus, vice-campeão em 2019, comentou sobre a novidade.

“Isso é um passo importantíssimo para venda do esporte, para a imagem dos atletas, das empresas que investem isso é uma evolução”.

Ricardinho participou de outras edições da Liga como jogador. Além de observar nos últimos anos a tendência de muitas equipes apostarem no uso do goleiro que joga com os pés, ele sublinha uma questão do seu time e que vale para o contexto geral para o crescimento da competição.

Guilherme Mansueto

Técnico Ricardinho, do Magnus, aposta em evolução da LNF em 2020

“Estamos caminhando para uma renovação da base, apostando muito nisso para voltar a formar jogador, ter qualidade técnica para que a LNF evolua, para que os atletas evoluam e que a Seleção Brasileira seja servida não somente com jogadores que atuam na Europa, mas com outros que tem qualidade e atuam aqui também. ”

Para o apaixonado por futsal, 2020 será um ano marcante. Além do mundial na Lituânia no meio do ano, a LNF completa 25 anos com a alcunha de organizar a maior competição da modalidade do planeta. Os números e nomes abaixo contam um pouco dessa trajetória.

 

Números históricos da LNF

Total de equipes vencedoras: 12 campeões diferentes

Maior campeão: ACBF (5 conquistas)

Maior artilheiro em uma única edição: Manoel Tobias, pelo Atlético-MG em 1999: 52 gols

Equipes que mais chegaram em Finais: ACBF (7 vezes), Ulbra e Jaraguá (6 vezes)

Maiores goleadores da LNF: Falcão (396 gols) e Lenisio (178 gols)

Fonte: João Paulo Fontoura via LNF

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: .