Futsal de Primeira

LNF: Pintinho, Melão, Meleca e muito mais

04 de setembro de 2023 às 12:03:05


Peru em ação pelo Carlos Barbosa. LNF é recheada de apelidos inusitados

A Liga Nacional de Futsal é considerada como uma das melhores do mundo na modalidade. Não faltam gols, dribles, craques, grandes jogos, times inesquecíveis… Mas não é só isso! Quando o assunto é apelido de jogador, é difícil achar alguma competição mais criativa do que a LNF.

As opções são muitas e dos mais variados tipos. Animais, comida, personagens de cinema, celebridades, objetos e muito mais. Tem apelido de tudo quanto é tipo. E vários deles estão fazendo bonito na Liga Nacional deste ano.

Fauna variada em quadra

Os apelidos do mundo animal estão com tudo na LNF. Dois dos melhores fixos da competição são Grillo, do Atlântico, e Peru, do Carlos Barbosa.

Mas também já entraram em quadra nesta edição outros jogadores com nome de bicho, como Formiga (Esporte Futuro), Peixe (Foz Cataratas), Pintinho (Minas) e Pato (Joinville).

Cardápio diverso

Os nomes de comida também estão em alta no futsal brasileiro. E a variedade é grande, com prato principal, frutas e doces.

Churrasco (São Lourenço) e Feijão (Esporte Futuro) representam as comidas salgadas. Na hora das frutas, Melão (Umuarama) e Tomate (Campo Mourão) são os destaques. E a parte dos doces fica por conta de Pirulito, do Jaraguá.

Rainha dos Baixinhos… E do futsal!

Em um esporte no qual o Falcão é o maior de todos os tempos, o maior “homenageado” com apelidos na LNF é a… Xuxa! É isso mesmo. A Rainha dos Baixinhos já viu três atletas em quadra com seu nome neste ano na Liga.

Maurício Moreira
Xuxa com a camisa do Joinville

O mais famoso de todos é o do Joinville, que até já jogou Copa do Mundo pela seleção brasileira – ele sofreu grave lesão no joelho e só volta a atuar em 2024. Xuxa ganhou o apelido na infância pelo cabelo loiro. Além dele, o Blumenau e o Brasília também já utilizaram um Xuxa na temporada.

Opções de sobra

Além das “categorias” citadas acima, a Liga Nacional de Futsal também conta com muitos outros apelidos, dos mais variados tipos. Confira alguns deles:

Caixa, Cubano, Pepeto, Rabisco, Bebê, Pajé, Bateria, Anjinho, Pepita, Charuto, Meleca, Wolverine, Pixote, Xaropinho, Foguinho, Dentinho, Soldado e Tintim são alguns jogadores que foram inscritos para atuar na edição 2023 da competição.

Principais destaques

Vários desses nomes citados acima são jogadores de grande destaque no futsal brasileiro. Confira abaixo um quinteto com essas opções:

Wolverine

Divulgação Praia Clube
Wolverine defende o Praia Clube

Goleiro do Praia Clube, Wolverine é um dos principais nomes da posição no mundo nos últimos anos. Ele jogou a Copa de 2016 pela seleção brasileira.

O apelido veio por conta do visual parecido com o famoso personagem de cinema por conta das costeletas “avantajadas”.

Edson Castro
Grillo é um dos destaques do Atlântico

O fixo Grillo é um ícone do Atlântico. Já são 11 temporadas atuando com a camisa da equipe de Erechim. Também com passagens pela seleção brasileira, ele já tem nove gols na atual edição da LNF.

Pixote

Hoje no Praia Clube, o ala Pixote tem no currículo inúmeros títulos pelos principais clubes do futsal e também pela seleção brasileira. O apelido vem desde a juventude em Pernambuco.

Reprodução Instagram
Pixote foi campeão da Taça Brasil recentemente

Pepita

Guilherme Mansueto
Pepita vem se destacando no Magnus

Um dos principais jogadores da Liga Futsal neste ano é o ala Pepita, do Magnus. Já são oito gols e muitas jogadas decisivas para o ala, que também já defendeu a seleção brasileira.

Guilherme Mansueto
Charuto vem sendo convocação pela seleção

O pivô do Magnus recebeu o apelido ainda na infância, por supostamente ter semelhança com um charuto por conta da cor de seu cabelo. Na época, ele não gostou, mas hoje adotou como nome oficial no futsal. Charuto vem tendo convocações recentes para a seleção brasileira e é o vice-artilheiro da LNF, com 16 gols.

Fonte: Luiz Franco - LNF

 

 

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: .