Futsal de Primeira

MUNDO: Barcelona chega ao seu quarto título da Supercopa

08 de janeiro de 2023 às 18:33:09


Antonio Pérez e Sergio Lozano, do Barça, comemoram um gol

Quarto título da Supercopa para o Barça e primeira final vencida contra a Inter FS

Com o triunfo deste domingo frente ao Inter FS, o Barça chega ao seu quarto título da Supertaça de Espanha, mais um numa sala de troféus repleta dos sucessos alcançados nos últimos onze anos. Desde que a equipa blaugrana levantou a Taça do Rei, a Taça de Espanha e a Liga na época 2010/11 tornaram-se uma das mais bem sucedidas do futsal espanhol. Desta forma, reeditam o título da 2021/22 na Supertaça e ficam colocados com quatro torchados apenas na terceira posição, apenas atrás dos seis que o ElPozo Murcia Costa Cálida tem e dos catorze do seu rival na final, o Inter FS.

Nas duas finais anteriores, o Barça não havia conseguido superar a equipe interista. Em sua primeira final neste torneio, em setembro de 2011, a equipe então liderada por Marc Carmona caiu contra o Torrejón de Ardoz. O Barça tinha acabado de conquistar a tríplice coroa de títulos nacionais: Liga, Taça de Espanha e Taça do Rei. Javi Rodríguez ainda estava em quadra, justamente o treinador que eles derrotaram com um confortável 2-7 nas semifinais. Ele foi o autor do 2 a 1 que colocou o Barça na frente, antes de Eka e Álvaro, duas vezes, virarem o placar. O resultado final, com um golo tardio de Wilde, foi 2-4.

Dois anos depois, empatou ao levantar o seu primeiro título de Supertaça numa final indelével. Nessa época, a de 2013/14, foi disputada a duas mãos, frente ao El Pozo Múrcia. No jogo de ida, o Barça goleou o Palacio de los Deportes com uma vitória por favor, por 1 a 0. Mas a segunda mão foi absolutamente imprevisível: o Barça liderava por 5-1, com três golos de Sergio Lozano, e El Pozo, então liderado por Duda, conseguiu o marcador aos 39 minutos, com golos de Juanpi, Lolo Suazo, Bebe e Álex. Estavam a apenas um gol de empatar.

Demorou seis anos para o Barça voltar a uma final da Supercopa da Espanha. Pelo caminho, o Inter FS regressou ao topo do futsal nacional com Ricardinho. Mas em 2019, o Barça endossou o pôquer de títulos nacionais com a conquista deste torneio. Já com Andreu Plaza nos comandos, bateu o ElPozo Múrcia por 4-3, noutra final de guião semelhante à de 2013: o Barça começou como um remate e chegou a comandar por 4-1, mas Pol Pacheco e Andresito deram alguma emoção à reta final. De qualquer forma, o troféu ficou no Palau.

Logo depois, a pandemia chegou e interrompeu completamente o calendário do futsal espanhol. A próxima Supercopa da Espanha teve que ser adiada para 15 de abril de 2021, com a presença do Barça como campeão da Copa da Espanha e da Inter FS como campeã da Liga. No 40x20 foram muitos os jogadores que também estiveram presentes este domingo: Jesús Herrero, Eric Martel, Cecílio ou Raya, no Inter FS; Dídac, Marcenio, Matheus, Adolfo, André Coelho e Dyego, no Barça. Naquele dia, Pito, agora no Barça, usava as cores interistas. Após um gol precoce de Matheus, Torrejón de Ardoz virou o placar e comandou quase toda a partida. Adolfo assinou o 4-4 a cinco minutos do fim, mas Cecílio e Fernando, com um duplo penálti, fizeram o título ir para o Inter FS. A décima quarta Supercopa da Espanha, a última até o momento.

Mas, menos de dois anos depois, as mesas viraram. Desta vez foi o Barça quem levou o troféu, em um formato diferente disputado por quatro equipes no Palau d'Esports de Alzira. Vêm de um 2022 praticamente impecável, levantando a Liga, a Taça de Espanha, a UEFA Futsal Champions League e também a Supertaça. Apenas a Copa do Rei escapou deles. O terceiro troféu da Supercopa da Espanha foi conquistado em fevereiro de 2022, em Jerez de la Frontera, batendo o Palma Futsal na disputa de pênaltis. André Coelho e Adolfo falharam, mas Ferrão, Dyego e Pito estavam certos e a equipa das Baleares falhou três dos seus cinco remates. Tudo isto, depois do 1-1 no final dos quarenta minutos e do 2-2 após prolongamento, com os golos de Mancuso para o Palma Futsal e Adolfo para o Barça.

Assim, de uma só vez, o Barça acabou com a maldição contra a Inter FS na final da Supercopa e se colocou como o terceiro time nos palmares deste torneio. Ele só é superado precisamente por seu rival em Alzira, Inter FS, que continua a uma distância sideral com 14 tochas, a primeira delas alcançada em 1990. Na segunda posição, ElPozo Murcia Costa Cálida, com 6 títulos, o último em 2016. O pódio é completado pelo Barça, que está classificado sozinho com 4 troféus, desempatando com a Caja Segovia, que venceu em três edições consecutivas: 1998, 1999 e 2000. Marsanz Torrejón, por duas vezes, e CLM Talavera, Playas de Castellón, Santiago Futsal e Macoi Zaragoza, apenas uma vez, são as outras equipas que sabem o que é ganhar uma Supertaça de Espanha.

Fonte: LNFS

 

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: Final do Torneio de Verão de Rio do Sul . . . Bonfort 7 x 2 Taió . . . Bonfort Futsal campeão