Futsal de Primeira

MUNDO: Espanha repete triunfo (3-0) contra a Ucrânia

17 de novembro de 2021 às 10:39:23


Borja, Cecilio e Raya comemoram um gol da Seleção Espanhola. Foto: LNFS

A seleção espanhola venceu a Ucrânia por 3 a 0 na terça-feira, repetindo os mesmos resultados pelo segundo dia consecutivo nos amistosos que jogou contra o mesmo rival em La Rioja. A equipa espanhola voltou a mostrar mais eficácia do que a sua rival e foi superior em tudo, embora não tenha conseguido alcançar um placar mais amplo.

Os espanhóis começaram o jogo sem concessões, dispostos a lançar qualquer bola que lhes chegasse na baliza ucraniana e por isso começaram a criar oportunidades desde muito cedo.
Aos dois minutos de jogo Cecilio já tinha conseguido marcar dois gols, mas foi um minuto depois quando Borja conseguiu, após passe de Raya e bom controle sobre Savenko, o goleiro titular da Ucrânia nesta partida, que mostrou um bom nível, mas dentro aquela jogada ele não poderia fazer mais.

Com vantagem no placar, a Espanha abrandou um pouco e permitiu que a Ucrânia se defendesse de forma mais aberta, o que fez com que os jogadores de Fede Vidal só chutassem de longe, o que não incomodou o goleiro ucraniano.
Pelo contrário, a Ucrânia cresceu no seu jogo e teve as duas primeiras oportunidades, ambas de Radevych, ao chegarem aos quinze minutos de jogo.

E embora a Espanha voltasse a ter mais uma bola para marcar, num remate de Catela, foi a equipa ucraniana que realmente “roçou” a baliza, numa acção de velocidade aos 17 minutos em que Jesús Herrero respondeu bem a um remate de Siryi e em o rebote Artem atirou na trave espanhola.
Antes do intervalo Catela e Carlos Ortiz testaram novamente os reflexos de Savenko, que se mantiveram em alto nível para evitar que a diferença aumentasse.

O goleiro falhou no início do segundo tempo, quando nove segundos após o reinício não viu bem um chute de Lozano, que não ia muito forte, mas foi atrapalhado por Esteban e isso o impediu de responder bem para evitar o 2 a 0.
O gol às vezes nocauteou os ucranianos, que ficaram para trás do goleiro e deu espaço para a Espanha criar ações perigosas. Assim, Catela disparou no 23 com grande intenção e Raya no 24, também sem sucesso.
Sim, Cecílio fez isso aos 26 minutos, em uma jogada que ele mesmo havia iniciado no próprio campo e na qual marcou 3 a 0 com um chute forte antes do qual o goleiro ucraniano nada pôde fazer.
A Ucrânia chutou com orgulho e se esticou para a baliza espanhola, mas sem criar muitos problemas para Didac Plana, exceto por um chute de Korsun aos 27 minutos.
Pouco depois, Mellado fracassou por 4-0, quando tinha tudo a seu favor; Raúl Gómez também esteve perto do golo aos 29 minutos.

Mas a partida não deu muito mais do lado espanhol, enquanto a Ucrânia tentou mais do que nunca e teve bons chutes de Radevych, Malyshko e Mykytiuk antes de terminar, mas às vezes Didac Plana e outras vezes a falta de pontaria fez o placar não mudar.

FICHA TÉCNICA
Espanha: Jesús Herrero, Carlos Ortiz, Raúl Gómez, Borja Díaz, Raya, Adolfo Fernández, Cecilio Morales-começando cinco- Carlos Ortiz, Esteban Cejudo, Raúl Gómez, Javier Solano, Sergio Lozano, Catela, Angel Cano Mellado, Antonio Pérez e Didac Plana
Ucrânia: Yurii Savenco, Vitaliy Radevych, Serhii Malyshko, Ihor Korsun, Mykola Bilotserkivets -início cinco-, Yaroslav Lebid, Mykola Mykytiuk, Ievgen Siryi, Danyl Abakshyn, Serhii Zhurba, Fareniuk Artemiash e Olekshandr.

Fonte: Assessoria LNFS

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: . . . . . FUTSAL NA TV . . . LIGA FUTSAL . . . SEMIFINAL . . . JOGO DA VOLTA . . . SEGUNDA-FEIRA (29) . . . 19h00 . . . MAGNUS x FOZ CATARATAS . . . [SPORTV2] . . . . .