Futsal de Primeira

MUNDO: Portugal vence Cazaquistão nos pênaltis e vai à final do Mundial de Futsal

01 de outubro de 2021 às 08:44:05


Após empate em 2 a 2 no placar agregado, portugueses triunfam por 4 a 3 nas penalidades e decidem o título contra a Argentina. Cazaques disputam o 3° lugar contra o Brasil no domingo

Pela primeira vez na história Portugal vai jogar uma final de Copa do Mundo de Futsal. E a classificação não poderia ter vindo de forma mais dramática. Depois de um 2 a 2 no placar agregado (1 a 1 no tempo normal e 1 a 1 na prorrogação), os portugueses venceram a disputa de pênaltis por 4 a 3, avançando à decisão. Portugal e Argentina fazem a final no domingo às 14h com transmissão do SporTV2. Os argentinos buscam o bicamepeonato, enquanto o craque Ricardinho tenta o único título que lhe falta na carreira.

Antes da final, às 10h, Brasil e Cazaquistão decidem o terceiro lugar na mesma cidade de Kaunas. A partida terá transmissão da Globo, do SporTV e tempo real no ge. Será o primeiro confronto entre as duas seleções. Dirigida pelo brasileiro Paulo Figueroa, o Kaká, o Cazaquistão também conta com os brazucas Léo Higuita, Taynan e Douglas.

Cazaquistão tem gol anulado

O jogo começou movimentado com as duas equipes buscando o ataque. Aos dois minutos, Orazov recebeu passe de Yessenamanov e mandou para o fundo do gol. Só que Portugal pediu a revisão da jogada, e os árbitros detectaram uma saída de bola na origem da jogada, anulando o lance. Aos oito minutos, Portugal teve a sua melhor chance até então, quando Pany finalizou da entrada da área. Bem colocado, Léo Higuita fez a defesa.

Aos 10, Ricardinho roubou bola na intermediária e serviu Miguel Castro, que tocou por cima na saída de Higuita. Dois minutos depois, foi a vez de Afonso concluir cara a cara com o goleiro brasileiro naturalizado, que conseguiu fazer mais uma defesa. Refeito do susto, o Cazaquistão levou perigo aos 13 num chute de Taynan, defendido por Bebé. Aos 14, Bruno Coelho perdeu mais uma chance incrível para Portugal ao finalizar para fora, sozinho de dentro da área cazaque.

O jogo seguiu corrido até o fim do primeiro tempo e, aos 18, Orazov carimbou a trave. O lance motivou o Cazaquistão, que passou a pressionar nos minutos finais. Acuada, a seleção portuguesa tratou de se fechar na defesa para evitar o placar adverso.

Alex Caparros/ FIFA

Portugal e Cazaquistão fizeram primeiro tempo equilibrado. Foto: Alex Caparros/ FIFA

 

Portugal na frente

A primeira chance do segundo tempo foi de Portugal, um chute dado por Pany e defendido por Higuita. O Cazaquistão respondeu aos dois minutos, quando Nurgozhin arrancou em velocidade e tocou por cima do gol de Bebé. No lance seguinte, o marcador da partida finalmente foi inaugurado. Após passe vindo da ala-direita, Pany bateu de primeira para fazer 1 a 0 para Portugal.

Aos cinco, Portugal quase marcou o segundo com Zicky. Bem colocado, Léo Higuita deu um leve desvio para evitar o gol. Um minuto depois, o camisa 2 cazaque voou no canto para defender bola chutada por João Matos. Ele queria mais. Aos sete, Higuita foi ao ataque e conseguiu finalizar duas vezes com perigo. Numa delas, ele carimbou a trave e a bola foi para fora.

Angel Martinez/ FIFA

Léo Higuita vibra com defesa feita durante a partida. Foto: Angel Martinez/ FIFA

 

Empate no fim e prorrogação

Aos 12, Taynan foi lançado na área e tentou dar um toquinho por cobertura. Bebé conseguiu fazer a defesa. Dois minutos depois, o goleiro português tirou com o pé uma bola chutada por Knaub. Aos 17, Knaub tentou a finalização da ala-esquerda e lá estava Bebé novamente. De tanto insistir, o Cazaquistão chegou ao empate a 46 segundos do fim com Nurgozhin, que atuava como goleiro-linha naquele instante. Com o 1 a 1, a decisão foi à prorrogação.

Douglas marca, mas Portugal reage

Veio o tempo extra, e o Cazquistão saiu na frente com um gol de Douglas em cobrança de falta logo aos dois minutos. Aos três, Higuita fez defesa sensacional em chute de André. Já no segundo tempo, Ricardinho colocou o goleiro cazaque para trabalhar logo aos 30 segundos dando a tônica do que seria a segunda etapa. Pressionando cada vez mais, Portugal chegou ao empate a 1min38s do fim. O autor do gol foi Bruno Coelho, completando jogada iniciada por Pany: 2 a 2, placar que levou a decisão aos pênaltis.

Alex Caparros/ FIFA

Douglas vibra com o segundo gol do Cazaquistão. Foto: Alex Caparros/ FIFA

 

Portugal vence nos pênaltis

Nas penalidades, melhor para Portugal, que venceu por 4 a 3. Marcaram para os portugueses: Bruno Coelho, André, Ricardinho e Tiago Brito. Pany desperdiçou a sua cobrança, defendida por Léo Higuita. Para o Cazaquistão converteram: Tursagulov, Léo Higuita e Akbalikov. Douglas e Knaub desperdiçaram as suas cobranças, a última delas defendida pelo reserva Vitor Hugo.

Portugal: Bebé, Fábio Cecílio, Bruno Coelho, João Matos e Ricardinho. Entraram: André, Paco, Afonso, Zicky, Erick, Pany, Tiago Brito, Miguel Castro e Vitor Hugo. Técnico: Jorge Braz.

Cazaquistão: Léo Higuita, Taynan, Nurgozhin, Akbalikov e Douglas. Entraram: Karagulov, Valiullin, Orazov, Yessenamanov, Knaub, Tursagulov, Tokayev e Sarbassov. Técnico: Paulo Figueroa (Kaká).

Fonte: Redação GE

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: . . . . . FUTSAL NA TV . . . LIGA NACIONAL . . . OITAVAS DE FINAL . . . SEGUNDA-FEIRA (25) . . . 18h00 . . . CORINTHIANS x FOZ CATARATAS [SPORTV] . . . . .