Futsal de Primeira

MUNDO: Sporting vence Benfica e assume liderança da Liga Placard

22 de novembro de 2021 às 08:44:45


Sporting e Benfica disputaram, o primeiro duelo da temporada, num João Rocha cheio para assistir ao "derbi dos derbis", no jogo 119 entre as equipas.

A partida iniciou-se de forma bastante equilibrada. Roncaglio deu o mote na equipa encarnada subindo no terreno e fazendo o primeiro remate para defesa de Guitta. Respondeu pouco depois Erick levando perigo à baliza do Benfica, cumpriam-se dois minutos de jogo.
Roncaglio de novo, a subir e aos 4 minutos, esteve muito perto do primeiro no encontro numa bola cheia de colocação e força ao ângulo da baliza de Guitta. Num jogo de parada e reposta e depois do árbitro ter marcado 4 segundos a Roncaglio, o Sporting dispôs de um livre em cima dos 6 metros, que a defesa do Benfica resolveu sem problemas de maior.

A imagem deste primeiros 5 minutos centrou-se nas bolas paradas (cantos, laterais e livres) e nos dois momentos protagonizados por Roncaglio.
O ambiente estava frenético e cheio de emoção e com os adeptos a puxar a turma leonina, foi de novo, em jogada de estratégia, primeiro num canto e depois num lateral, que o Sporting esteve perto do golo, primeiro Cardinal e depois Pauleta.

Depois de uns minutos iniciais de equilibro, o Sporting cresceu na partida e com mais remates foi estando mais perto do golo. Robinho, deu um "pontapé" no melhor momento do Sporting e colocou de novo Guitta à prova, que respondeu com uma enorme defesa. O Benfica assumiu de novo o jogo e Romúlo e Jacaré ficaram perto de marcar.

Intensidade nos duelos, equipas activas e procura constante da baliza adversária colocaram o jogo nuns primeiros 10 minutos de qualidade ímpar.
Com duas faltas quase imediatas o Benfica chegou à 5ª falta aos 10 minutos de jogo, ficando, dessa forma limitado quanto à gestão da sua forma de defender.

Os magos dos dois lados, Merlim e Robinho levavam a sua equipa na busca dos melhores momentos.
Em mais uma bola parada, aos 6 minutos, para o conjunto verde e branco, Cavinato ficou a centímetros do golo. Resposta pronta do Benfica, numa jogada individual de Romulo que respondeu com uma enorme defesa a remate do internacional russo.

A cerca de 3 minutos para o intervalo Pauleta recebeu ordem de expulsão, por alegada agressão a Tayebi e deixou a sua equipa a jogar em inferioridade e tapado por faltas. Pulpis solicitou o seu tempo técnico e a jogar de 4x3 o Benfica inaugurou o marcador com um autogolo de Miguel Ângelo, que depois de um remate de Jacaré, enganou Guitta a dois minutos para o intervalo.

O Sporting respondeu com o golo a um minuto para o intervalo. Falta de Nilson sobre Merlim e Cardinal pegou na bola e foi para a marca dos 10 metros e empatou o duelo no João Rocha, colocando a bola entre as pernas de Roncaglio. Minutos finais loucos nesta primeira parte. Jogada magistral de Chiskala que assistiu Jacaré com o pivô encarnado a fazer o 1-2 no marcador. A primeira parte não terminou sem resposta leonina com Cavinato, servido por Merlim a proporcionar a Roncaglio mais uma enorme defesa.
A primeira parte terminava pouco depois, num jogo de loucos, equilibrado e competitivo, no derbi dos derbis.  

A segunda metade trouxe um Sporting mais acutilante na procura do empate. Merlim abriu o espectáculo colocando Roncaglio à prova em três ocasiões. Cavinato de cabeça, servido por Cardinal, esteve também perto de marcar. O Benfica, com uma defesa menos subida, fruto também das subidas constantes de Guitta, procurava a transição para alvejar a baliza leonina.
Merlim tanto tentou que conseguiu, 27 minutos da 2ª parte e magia do mago italo-brasileiro, que tirou Chiskala da frente e num remate colocado fez o empate a dois no João Rocha. O Sporting melhor nestes minutos e a corresponder a superioridade em golo.

Robinho, num momento de génio, aos 28 minutos, tirou Waltinho da frente e ficou perto de colocar o Benfica na frente. Primeiro momento de registo dos encarnados neste segundo tempo.

O Benfica melhorou depois do golo sofrido e Tayebi assisitiu Bruno Cintra no segundo poste com a bola a sair muito perto da baliza. Jogo de parada e resposta, nesta fase da partida e Waltinho com um remate colocado tentou surpreender Roncaglio, estavam cumpridos 31 minutos.

Mais equilibrado o encontro o Benfica, por intermédio de Henmi tentou de novo o golo e de novo Guitta a responder com segurança na baliza leonina.

Aos 32 minutos, Romulo viu o 2º amarelo por falta sobre Cardinal. A jogar em superioridade numérica, o Sporting, colocou-se em vantagem, num golo pleno de colocação de Caio Ruiz. Estava feito o 3-2. O 4-2 chegou logo de seguida. Merlim em duelo com Robinho levou a melhor sobre o ala e serviu Waltinho no centro da área onde sem marcação fez o quarto da equipa verde e branca.

A perder por dois golos de diferença, Pulpis pediu tempo técnico e arriscou no 5x4 a cerca de 4 minutos para o final do encontro.

O Benfica tentava alvejar a baliza do Sporting no 5x4 com Chiskala e foi o internacional russo que acertou a bola com estrondo na barra. A resposta leonina não se fez esperar. Bruno Cintra rematou, Guitta defendeu e o guarda-redes internacional brasileiro serviu Merlim que correu o campo todo para fazer o 5º golo do Sporting.

Tentava o Benfica, de novo de 5x4 e Robinho esteve perto de conseguir finalizar, mas o conjunto leonino mostrou coesão e defendeu a baliza de Guitta. O jogo estava perto do final, Pulpis retirou o 5x4 no último minuto e destaque apenas para o último remate de Roncaglio para fechar a partida.

Com este resultado o Sporting assumiu a liderança da Liga Placard.

Fonte: Zona Técnica Futsal

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: . . . . . FUTSAL NA TV . . . LIGA FUTSAL . . . SEMIFINAL . . . JOGO DA VOLTA . . . SEGUNDA-FEIRA (29) . . . 19h00 . . . MAGNUS x FOZ CATARATAS . . . [SPORTV2] . . . . .