Futsal de Primeira

PR: Operário Laranjeiras terá 60% de público no Laranjão

09 de setembro de 2021 às 08:19:18


Torcida do Operário Laranjeiras durante partida da Série Bronze de 2019. Foto: Arquivo/Juliam Nazaré

O Operário Laranjeiras terá até 1.980 torcedores no Laranjão no restante da temporada. A diretoria do clube confirmou ao Correio do Povo do Paraná que poderá usar, seguindo os protocolos da vigilância de Sáude do município, 60% da capacidade de público do Ginásio Laranjão. No local cabem 3,7 mil pessoas. 

Segundo o presidente do Rubrão, Leoni Luiz Meletti, o “Tilim”, não haverá necessidade de apresentar a carteirinha de vacinação. Respeitando o distanciamento social, o clube também pretende realizar a venda de alimentos e bebidas durante as partidas. 

Federação dá autonomia aos municípios 

A Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS) pediu ao Governo do Estado a liberação de público nas partidas da modalidade. Se a resposta for negativa, os jogos terão torcida somente naqueles municípios com decretos que autorizem a presença. Não caberá à FPFS ditar as regras de percentual de público ou de quais torcedores poderão adentrar aos ginásios, por exemplo, se apenas aqueles com as duas doses da vacina. Isso fica a cargo das secretarias de Saúde e da Vigilância Sanitária dos municípios. Os clubes terão de enviar à entidade máxima do futsal estadual, entretanto, documentos que comprovem os avais dos dois órgãos.

Calendário

Após terminar a 1ª fase da Série Ouro em 4º lugar, o Operário Laranjeiras conseguiu classificação direta para a 3ª fase do certame, prevista para começar em 2 de outubro. Antes disso, o Rubrão deve entrar em quadra pela Liga Paraná. A estreia está marcada para a próxima quarta-feira (15), fora de casa, contra a Acel. O duelo da 2ª rodada, dentro de deus domínios, contra o Coronel, ainda não tem data.

Entretanto, Tilim afirma que o Operário deve disputar um amistoso para celebrar o regresso do torcedor. “Nós queremos uma equipe de Liga Nacional”, declarou o mandatário.

Ingressos

O Operário lançou, no início do ano, um plano de sócio torcedor. A vantagem proposta era o passe livre às cadeiras do ginásio após a liberação de pública. Segundo o clube, existem 190 torcedores cadastrados no programa, que possuem direito de assistir aos jogos tanto do clube masculino, quanto do feminino, integrante da Série Prata.

Além deles, aproximadamente 100 ingressos serão distribuídos para os patrocinadores e outros 200 para quem adquiriu uma camisa promocional da torcida organizada Sangue Rubro-Negro. O restante da cota, cerca de 1,5 mil ingressos, serão comercializados com antecedência a R$ 20 cada.

Quedas

Em Quedas, a retomada do público ocorreu na terça-feira (7), no empate em 3×3 entre o time da casa e o Jardim Alegre. O duelo, válido pela 3ª fase da Série Bronze, teve 500 pessoas presentes. O número corresponde ao total de ingressos colocados à venda.

Cantagalo

A Associação Esportiva Caçula ainda não sabe quando terá público no Ginásio Barbosão. A morte do secretário de Esportes de Cantagalo, Everaldo Ferreira, no sábado (4), vítima da Covid-19, é um dos pontos que fazem o clube repensar este planejamento.

Fonte: Juliam Nazaré – Correio do Povo do Paraná

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: . . . . . FUTSAL NA TV . . . QUINTA-FEIRA (23) . . . 14h00 . . . MUNDIAL FUTSAL . . . BRASIL x JAPÃO . . . [GLOBO E SPORTV] . . . . .