Futsal de Primeira

PR: TJD pune Operário Laranjeiras em R$ 15,5 mil e portões fechados. Clube recorrerá

11 de novembro de 2021 às 17:06:21


Confusão no jogo do dia 16 de outubro, contra o Campo Mourão, motivou julgamento no TJD-PR. Foto: Juliam Nazaré

O Operário Laranjeiras foi multado em R$ 15,5 mil e terá que disputar duas partidas com os portões do Ginásio Laranjão fechados. A punição veio do julgamento, na quarta-feira, (10), do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR) e é referente aos acontecimentos da partida de volta das quartas de final da Série Ouro, contra o Campo Mourão, disputada em 16 de novembro. O atleta Dário, do Rubrão, pegou quatro jogos de suspensão. 

Conforme explicou o assessor jurídico da Federação Paranaense de Futebol de Salão (FPFS), Eduardo Vargas, o Operário foi denunciado nos artigos 211(que versa sobre deixar a praça desportiva sem infraestrutura e segurança necessárias),  213 (sobre deixar de reprimir e reprimir desordens na praça desportiva) e nos incisos II e III do artigo 191 – que trata do descumprimento do regulamento. 

Resultado do julgamento: 

1º denunciado (Dário, atleta): quatro partidas de suspensão. 

2º denunciado (Operário Laranjeiras Futsal): 

Art. 213, 1º – R$ 10 mil de multa e perda de mando por duas partidas;

Art. 191, II – R$ 5 mil de multa;

Art. 191, III – R$ 500 de multa; 

Art. 211 – Absolvido.

Em entrevista ao Correio, o presidente do Operário, Leoni Luiz Meletti, o “Tilim”, afirmou que o clube entrará com recurso. “Somos perseguidos. Entraremos protocolar uma ação na justiça comum contra a Federação, os atletas e o Campo Mourão”, acrescentou. 

Às 20h15 desta quinta-feira (11), o Rubrão recebe o Marreco – e não terá a presença da torcida, pagando assim o primeiro de dois jogos da punição. A pena, vale ressaltar, não é válida na Liga Futsal Paraná. 

Fonte: Correio do Povo do Paraná

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: .