Futsal de Primeira

LNF: Pato e Marreco buscam recuperação na Liga Nacional

08 de julho de 2021 às 16:45:26


Café, do Marreco, com a bola dominada no jogo contra o Cascavel, segunda-feira à noite, no Ginásio da Neva. Foto: Adolfo Pegoraro

Rivas têm tempo de reagir dentro da competição

Em 2017, o Pato foi campeão da Série Ouro do Paranaense em cima do seu principal rival, o Marreco. O time de Francisco Beltrão, por sua vez, chegou na semifinal da Liga Nacional naquela temporada. O Pato foi campeão da Taça Brasil em 2018 e bicampeão da Liga Nacional em 2018 e 2019. O Marreco chegou a mais uma final de Série Ouro em 2018 e na semifinal da Copa do Brasil em 2019.

Mas na temporada 2021 as duas equipes que compõem o Clássico das Penas parecem estar apenas “cumprindo tabela”. O Marreco perdeu em casa para o Atlântico, de Erechim (RS), no último sábado, por 4 a 0, e para o Cascavel fora de casa na última segunda, por 3 a 1 (gol de Gui Reis para os beltronenses). Embora o técnico Fabinho Gomes tenha conseguido implantar uma evolução considerável na equipe desde que chegou, o Marreco ainda é o lanterna do grupo B da Liga Nacional, com apenas 4 pontos em 8 jogos. No estadual, o time de Francisco  Beltrão saiu há pouco da zona do rebaixamento para a Série Prata.

O Pato está um pouco melhor no estadual, mas também é o lanterna de seu grupo (C) na Liga Nacional, tem apenas 5 pontos em 7 jogos. Sábado, dia 10, o time do técnico Paulinho Cardoso recebe o Praia Clube, de Uberlândia (MG), no Ginásio Dolivar Lavarda. Se não vencer, se complica ainda mais na tabela de classificação.

No mesmo dia, o Marreco recebe o Joinville (SC) no Arrudão. Se não vencer, a equipe beltronense praticamente dá adeus às chances de classificação para as oitavas de final.

Pela Série Ouro do Paranaense, o Marreco joga nesta quinta-feira, dia 8, às 18h, no Ginásio Teodorico Guimarães, contra o Dois Vizinhos Futsal, que está numa situação bem mais confortável na tabela. Com os resultados recentes, o Galo tem sido a grande potência do futsal do Sudoeste do Paraná, pois além de ser o atual campeão da Copa do Brasil, o Dois Vizinhos está se mantendo sempre no G4 do estadual e está beliscando uma vaga (aquisição de franquia ou aluguel) na Liga Nacional de Futsal.

Fonte: Adolfo Pegoraro – LNF

Compartilhar notícia
Futsal de Primeira informa: .